scroll down


7º CineFantasy

6 a 11 de setembro de 2016



Faltam:
000
000
000
000


O retorno do CineFantasy já fez barulho desde o momento das inscrições!

Centenas atenderam ao chamado de Cthulhu para se inscrever no 7º CineFantasy, edição essa que marca a volta do festival depois de 5 anos em “pausa dramática”. Foram mais de 900 filmes em poucos meses de inscrições, entre curtas e longas de todos os cantos do mundo. O CineFantasy, o festival de cinema fantástico de São Paulo vai acontecer agora em setembro no MIS-SP onde os fãs de fantasia, horror e ficção científica poderão curtir uma semana de programação que traz atividades, mostra paralela e mostra competitiva.

Espinha dorsal do evento, a Mostra Competitiva tem premiação para curtas e longas como melhor filme de fantasia, de horror e de ficção científica. Também tem premiações divertidas como de melhor criatura, melhor vítima e melhor vilão, além de prêmios exclusivos para filmes brasileiros de estudantes e não profissionais.

Confira abaixo os selecionados para o 7º CineFantasy.

Estes são os selecionados para o 7º CineFantasy.

Programação 2016

Atividades paralelas

Um dia, perguntaram para para George R. R. Martin (Crônicas de Gelo e Fogo) porque a fantasia é tão importante hoje, e a sua resposta foi emocionante:

"A melhor fantasia é aquela que é escrita na linguagem dos sonhos. É tão viva como os sonhos, mais real do que o real … pelo menos por um momento … aquele longo momento mágico antes do despertar. A Fantasia é prata e escarlate, azul-índigo e anil, raiada de ouro e lápis-lazúli. A realidade é de madeira prensada e de plástico feito de lama castanha e de um verde pardo. A fantasia tem sabor de habaneros e de mel, de canela e cravo-da-índia, de carne vermelha exótica e de vinhos tão doces como o verão. A realidade são feijões e tofu e, no fim, apenas cinzas. A realidade são as casas destriptease de Burbank, as filas de chaminés de Cleveland, um parque de estacionamento em Newark. A fantasia são as torres das Minas Tirith (de J. R. R. Tolkien), as velhas pedras de Gormenghast, as paredes de Camelot. A fantasia voa nas asas de Ícaro, a realidade na Southwest Airlines.


Por que é que os nossos sonhos ficam bem menores quando finalmente se tornam realidade? Penso que lemos livros de fantasia para encontrarmos de novo as cores. Para experimentar sabores fortes e picantes, ouvir as canções que as sereias cantavam. Há qualquer coisa de velho e de verdadeiro na fantasia que fala para algo de profundo que existe em nós, para a criança que sonhou que um dia iria caçar nas florestas da noite, banquetear‑se debaixo das ravinas de uma montanha, e encontrar um amor que durasse para sempre em algum lugar ao sul do reino de Oz e a norte de Shangri-la."

Os nossos números

Fale conosco



Eduardo Santana
contato@cinefantasy.com.br
Vivi Amaral
contact@cinefantasy.com.br

RECEBA NOSSA NEWSLETTER